alianca logo
twitter facebook linkedin

Vendas modestas para o final do ano

20/10/2016 às 16:47hs

Grandes redes passaram a adotar uma postura mais racional para as encomendas destinadas a Black Friday, marcada para 25 de novembro, e Natal


O varejo j trabalha com a expectativa de um ltimo bimestre com vendas modestas, ainda que com desempenho acima do apurado no ano passado. Considerando o cenrio adverso, grandes redes passaram a adotar uma postura mais racional para as encomendas destinadas a Black Friday, marcada para 25 de novembro, e Natal.

Parte dessa estratgia reflete os ltimos movimentos no setor: setembro foi fraco e outubro permanece sem vigor maior, segundo fontes de trs redes de produtos eletrnicos e de moda. "Ningum vai fazer loucura no fim de ano. A palavra de ordem , pelo menos, manter margens equilibradas", diz um vice-presidente de uma cadeia de eletroeletrnico.

Cientes das dificuldades para acelerar vendas, redes montaram estratgias comerciais para tentar proteger rentabilidade. Consideram que entrar em guerra de preo, com excesso de ofertas para atrair trfego, pode manchar ainda mais um balano j afetado pelo baixo volume vendido no ano e pelas despesas ainda pressionando resultados.

Num ambiente ainda avesso ao consumo, varejistas fecharam encomendas de produtos eletroeletrnicos para o Natal variando de um volume igual ao do ano passado a at 10% acima de 2015 - TVs de 40 a 50 polegadas tm a melhor expectativa. O volume de celulares encomendados est cerca de 8% a 12% maior - telefones at R$ 800 receberam maiores pedidos para o Natal, conta um diretor de compras de uma rede paulista.
A postura mais racional passa, por exemplo, por tentar se distinguir da concorrncia fechando contratos de venda exclusiva, que do varejista espao para trabalhar com mercadorias que no sejam, necessariamente, as mais caras, mas com margens um pouco melhores.

Para o perodo de novembro e dezembro, que inclui Black Friday e Natal, fabricantes receberam encomendas de celulares da Via Varejo entre 10% e 12% acima do ano passado e em televisores, entre e 8% e 10%, segundo fonte a par do assunto. O Valor apurou que o Grupo Po de Acar espera um bimestre com vendas crescendo no mesmo patamar da inflao, mais um ou dois dgitos para os eletrnicos. Na Black Friday tambm deve ficar nesse patamar, portanto, na faixa de 10%.

"O varejo viu que agosto foi bom, mas setembro voltou a piorar. Ento ainda no h tendncia de recuperao. Com juros a 14% ao ano, o custo do estoque parado pesado. Para algumas linhas estamos comprando o mesmo volume encomendado no Natal de 2015. J ser um Natal bom se crescermos zero vrgula alguma coisa", diz o presidente da Cybelar, Ubirajara Pasquotto.

nico dado que antecede o desempenho do varejo no pas, o IAV, do Instituto para Desenvolvimento do Varejo (IDV), de lenta melhora ms a ms - para outubro, queda de 3,3%, e em novembro, quando ocorre a Black Friday, reduo esperada de 0,7%. Para dezembro, possvel chegar a uma pequena variao positiva. O Valor apurou que lderes ligados ao IDV trabalham com alta de vendas entre 0,5% e 1%. O nmero deve sair nos prximos dias. Ser o primeiro positivo aps 18 meses em queda.

Na avaliao da Eletros, entidade que representa fabricantes de eletrnicos, a meta tentar vender o mesmo volume de TVs de 2015 (quando 9,5 milhes foram comercializadas), mas a entidade j admite que ser difcil chegar a isso. At julho, foram vendidas 4,6 milhes de TVs. Seria preciso vender um milho de TVs por ms at o fim do ano, considerando ambiente de crdito caro e renda escassa.

"Para repetir o ano passado, ser preciso manter volume bem alto de vendas nos prximos meses. a meta inicial, mas temos conscincia que difcil de atingir", diz Lourival Kiula, presidente da Eletros. Questionado se o mercado de TVs poderia encolher algo na faixa de 15% em 2016, segundo previso de alguns varejistas, Kiula diz que "at possvel". Uma queda na faixa de 15% levaria o setor a registram vendas de 8 milhes de TVs - o pas voltaria ao volume de 2004.

Fonte: Supermercado Moderno



Leia Mais

13 10:05:59/04/2018 - O futuro do trabalho: talento ainda sera melhor alavanca de desempenho das empresas


13 10:03:19/04/2018 - Inadimplencia do consumidor cai 5,2% no acumulado em 12 meses


13 09:54:52/04/2018 - 4 comportamentos tipicos de lideres bem sucedidos


© Aliança Atacadista - Todos os direitos reservados.
Av. Afonso Pena, 3385 - Uberlândia - MG
CEP: 38400-710 - Fone: (34) 3233 - 9000
Desenvolvimento - Pub Web - www.pubweb.com.br